Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.13/1736
Título: Maria Lamas: o despertar da mulher num percurso da escrita epistolar para a escrita pública
Autor: Falcão, Ana Margarida
Moniz, Ana Isabel
Palavras-chave: Maria Lamas
Correspondência inédita
Defesa da mulher
Umpublished correspondence
Women defense
.
Faculdade de Artes e Humanidades
Data: 2016
Editora: Universidade da Madeira
Citação: Maria Lamas : o despertar da mulher num percurso da escrita epistolar para a escrita pública / Ana Margarida Falcão, Ana Isabel Moniz. - In: Pensardiverso . - Funchal: Universidade da Madeira, 2016. - ISSN 1647-3965 . - Nº 5, p. 40-51 .
Resumo: Pretende-se, neste ensaio, apresentar correspondência inédita de Maria Lamas, directora da revista feminina “Modas & Bordados”, que permite demonstrar a abertura de oportunidades que a jornalista conferia às jovens mulheres escritoras suas contemporâneas. Neste sentido, far-se-á referência à breve história de como uma das jovens colaboradoras da referida revista se tornou amiga de Maria Lamas, trocando correspondência da qual iremos apresentar uma carta inédita enviada à dita amiga, em Janeiro de 1962, aquando da prisão de seu irmão, Vassalo e Silva, último governador do Estado Português da Índia. São ainda apresentados exemplos de textos de dois números da “Revista Modas & Bordados”, de Março de 1943, através dos quais Maria Lamas publica, de modo subtil, temas susceptíveis de serem cortados pela Comissão de Censura política da época, Este “modus operandi” revela a coragem e audácia da contribuição de Maria Lamas, como directora da Revista “Modas & Bordados”, para a alteração de paradigmas do papel da mulher e da sua intervenção na sociedade dos anos quarenta.
The presente short essay aims to present some unpublished correspondence signed by 40´s portuguese journalist Maria Lamas, director of the magazine for women entitled Modas & Bordados. We seek to show that her letters or cards show the main role Maria Lamas had while trusting the collaboration of young women writers in her magazine. As an example of that, refer will be made to a private letter she sent, twenty years after, to one of the young writers that she encouraged on 1943 and that became her friend for life. This letter was sent January 1962, when Maria Lamas´ brother, Vassalo e Silva (last governor of Índia as a Portuguese State) was made captive for political reasons. A few articles of two Modas & Bordados issues, from march 1943, will be a target in order to analyse the subtle and various ways that constitute Maria Lamas weapons against the cut by political Censorship Commission. This modus operandi reveal the courage and audacity of Maria Lamas´contribute, while Modas & Bordados´ magazine director, to the change of women role stereotyped paradigms, prevailing in the society of the 40s.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.13/1736
ISSN: 1647-3965
Aparece nas colecções:Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
MariaLamasAnaIsabelMoniz.pdf3,85 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.